Botequeiros, o paraíso existe: Belo Horizonte

Pode procurar por aí – se você se informar a respeito de um dos mais importantes órgãos do corpo humano, você vai ver que ele não tem nervos. Estamos falando do fígado. Por esse motivo, dizem os homens de branco, ele não sente dor e todas as suas manifestações patológicas são por sintomas periféricos e secundários, mas nunca no próprio órgão. Mentira.

Se você já foi a Belo Horizonte, você já sentiu o seu fígado. Digo mais: você ainda sabe o tamanho e a forma que ele tem.

A capital mineira é a Meca da botecagem moleque, a botecagem várzea. Uma vez, conversando com um gaúcho, disse ele que se sentiu um verdadeiro idiota ao ver as especiarias que o mineiro estava acostumado a comer sem frescura nenhuma em seu dia-a-dia, enquanto que em sua terra o povo se orgulhava por comer apenas churrasco de carne de boi… da maneira mais aviadada possível, suponho.

Lá embaixo sempre vai ter um mineiro disposto a encher a cara com você.

Exemplo de tudo isso que foi descrito acima é o festival Comida di Buteco. Organizado por uma marca de cerveja, é um festival onde os bares inscritos disputam quais têm os melhores tira-gostos da cidade. Engana-se aquele que pensa que só bares chiques entram na disputa – ele é aberto a todo e qualquer tipo – seja os mais badalados aos mais copo-sujo, todos são bem-vindos. Torresmo, língua de boi, rabo de porco, rabada, costelinha de porco, batata assada, peixe, etc. Tudo é meticulosamente testado e inventado antes do concurso pelos donos dos bares que tentam, além de atrair a atenção do público pelo sabor, vencer pela originalidade do prato. Tudo isto analisado por um comitê convidado pela organização do evento e, principalmente por aqueles que vão aos estabelecimentos ávidos por álcool e comida.

Urna de votação. Fechar o boteco antes da meia-noite é novidade.

No entanto, não é somente o sabor e a originalidade do prato que estão em jogo. Limpeza e qualidade no atendimento também recebem nota e são fundamentais para a definição do vencedor da peleja. Além disso, artistas plásticos são contratados para fazerem arte nos banheiros e estes também estão sujeitos a julgamento. Em resumo: é a falta de frescura se tornando imperativa e a simplicidade das comidas se tornando alta gastronomia.

Tive a sorte este ano de ter ido beber em um dos bares vencedores, o Bar do Zezé. A comida do concurso, o Rabo Apertado – virado de jiló com rabo de porco, lombo e torresmo –, ficou em segundo lugar este ano, assim como a arte do banheiro. Dono de grande simpatia, seu Zezé nos fez companhia durante boa parte de nosso porre; e inclusive abriu uma exceção e fez a cozinha do bar fechar mais tarde em função do atraso de alguns amigos que também estavam indo lá para provar o prato. Tudo estava impecável, desde a limpeza ao prato. Podem ter certeza, da próxima vez que for a Belo Horizonte baterei meu cartão por lá.

Rabo apertado e seu Zezé mostrando sua cozinha planejada por Claude Troisgros

Caso tenha sentido inveja e queira conferir o que os bares da capital de Minas Gerais tem, ficam aqui duas recomendações: 1 – Chegue cedo. Mineiros são botequeiros, mas não são boêmios. O bar fecha cedo porque a bebedeira começa muito cedo. Além disso, é comum cerveja e comidas mais disputadas acabarem durante o festival. A impressão que dá é que os bares não se preparam – ou não consideram a hipótese – para receberem turistas ou aumento no volume de pessoas. Tive de dar meia-volta em dois bares devido a isto. 2 – Tenha paciência. Belo Horizonte caminha em outro ritmo, mas se você pediu, tenha certeza que a comida vai chegar ótima e a cerveja bem gelada. Sem pressa.

Para ir ao Bar do Zezé para provar seu Rabo Apertado e os pratos vencedores dos outros anos, vá à Rua Pinheiro Chagas, 406 – Barreiro de Baixo – Belo Horizonte – MG. Tel: (31) 3384-2444.

Ah, e lembram-se daquela história do fígado no começo do texto? A imagem de baixo resume mil palavras:

E lembre-se: Não coma nem beba nada alcoólico sem antes pedir um torresmo para proteger seu fígado.

Fica aqui também uma menção honrosa ao meu café da manhã deste mesmo dia em Belo Horizonte: o delicioso chouriço acebolado com jiló do Mercado Central. Fotos em breve.

Anúncios

35 Responses to Botequeiros, o paraíso existe: Belo Horizonte

  1. marcel disse:

    af, virou GUIA DA VEJA FOI?????
    todibrinks rs, post instrutivo e intertextualizado, envolvendo Anatomia, Gastronomia, Turismo… 😛

    Teletube = CULTURA fikdik

    Curtir

  2. marcel disse:

    e da primeira vez eu li boqueteiros kkkkkkk

    Curtir

  3. Rafa disse:

    Num é a toa q dizem q o café da mnhã é a refeição mais importante do dia. Ta aproveitando bem hehe

    curti o post, espero um dia encher a cara em BH

    Curtir

  4. Tomas Tubando disse:

    e da primeira vez eu li boqueteiros[2]

    poskaposkpaoskaposkpaoksapokspoakspoakspoaskaopkosakspoaks

    Curtir

  5. B! disse:

    eu já tava comprando passagem pra belo horizonte porque li boqueteiros. :/
    DEVOLVA MEU DINHEIRO

    Curtir

  6. Luan disse:

    B! sumiu ta jogando play 3????

    Curtir

  7. Politico Preg. disse:

    Provou o rabo apertado do seu Zezé??

    Curtir

  8. André disse:

    e da primeira vez eu li boqueteiros[3]

    Provou o rabo apertado do seu Zezé?? [2]

    AQUI O PREÇO É BEM MAIS BARATO… CERVEJINHA CARA NESSE BAR HEIN

    Curtir

  9. André disse:

    AQUI SÃO TODAS 1,99

    Curtir

  10. Raay disse:

    Isso aí, vamos publicar as experiências do rabo apertado do zezé!

    Curtir

  11. nini disse:

    chouriço [/eca]

    Curtir

  12. Nilton disse:

    “Greatest Post Hits 2008” é o mais novo trabalho do blogueiro Filho de Vó, não mais em carreira solo.

    A coletânea inclui regravações de sucessos como “A rima, a prostituta da língua.”, “Botequeiros, o paraíso existe: Belo Horizonte” e o hit que marcou época, “Arqueologia do tiopês”. A obra conta ainda com dois posts bônus: “Sociedade moderna e ciência política com Chaves”, que já caiu no gosto popular e “Filho de Vó explica: crise americana”, que é sucesso de crítica.

    Mais um lançamento com a qualidade da Teletube Records,
    Garanta já o seu!

    Curtir

  13. R...B... disse:

    matéria seria?

    tinha q ser do Filho da……………………….Vó!

    Curtir

  14. - Me Pega!! disse:

    BH DLÇ

    saudade do valadares oi

    Curtir

  15. Francisco disse:

    e da primeira vez eu li boqueteiros[169843]

    mentira

    da primeira vez nem consegui ler direito kkkknemri

    Curtir

  16. Nanazuda disse:

    Não é só em Belo Horizonte que existe o concurso! Aki em Uberlândia tem também!

    Curtir

  17. mënI¨Nä Mà[rcela] disse:

    e o fim do orkut?

    Curtir

  18. Rod disse:

    LARGUEI BEBIDAS ME SIGAM

    Curtir

  19. Ina disse:

    da primeira vez eu li boqueteiros [432432432]

    Curtir

  20. all disse:

    da primeira vez eu li boqueteiros [5]

    nuss foi de porpozito neh

    Curtir

  21. Nathacha disse:

    Gentem, nunk vi povo mais boqueteiro, digo, botequeiro do q os mineiros!!
    Só vou dar uma dica, nunk vá pra BH no verão, a cidade está as moscas, jah q todos estão em Guarapari – ES ou qlq outra cidade praiana…
    Filho de vó, adorei o post (Altamente cultural!), mas vc falhou em uma coisa vc esqueceu um dos petiscos mais encontrados nos copos sujos da vida (Pelo menos no Rio) o Ovo Cozido Colorido!!! Tem azul, rosa, verde, amarelo… Enfim um arco-íris.

    Curtir

  22. Caio disse:

    da primeira vez eu li boqueteiros [24]

    Curtir

  23. rodяigo disse:

    ficou a dica. quando eu for pra BH pega a lore aproveito e passo nesses botecos. kone, sinuca?
    aisudhfiauhsdfiuahsd not

    Curtir

  24. Kone disse:

    rodrigo, pato. rs

    EAWIWPAOEIOIEPIOPI

    Curtir

  25. F. disse:

    pensei q tinha sido o unico a ter lido ‘boqueteiros’?? aeuhuuaeh, mentira sem graça.

    Curtir

  26. jaqueline; disse:

    LARGUEI BEBIDAS ME SIGAM

    Curtir

  27. disse:

    Boqueteeeeeeeeeeeeeeirooos… kkkk

    Curtir

  28. Mariana ~ disse:

    BOQUETEIROS,o paraíso existe:Belo Horizonte.

    já vi isso no blog do fidivó e sempre leio assim.kkkk fla sério mano pô

    Curtir

  29. Mariana ~ disse:

    Eeeh,não sou só eu que “leio coisa onde não tem”.A próxima vez eu leio os outros comentários antes de comentar rerree ,droga.

    Curtir

  30. tiago disse:

    eu tinha lido “boqueteiros, o paraiso existe…”

    Oo

    Curtir

  31. fani #) disse:

    eu tinha lido “boqueteiros…” (2)

    Curtir

  32. oi disse:

    Não importa qts vzes eu olhe pra esse título, eu vou sempre ler boqueteiros!

    Pronto.falei bjsmemandaemail

    Curtir

  33. […] 2009, amiguinhos. Enquanto isso, Belo Horizonte e seus diversos cortes e preparos que um porco pode ter me aguardam. Quem sabe nos esbarramos por […]

    Curtir

  34. Luana disse:

    eu amooo essa cidade!!

    Curtir

  35. Beahime Ulliel disse:

    Bar do Zezééé! (L)
    Saudade de quando eu morava la perto e comia trupico mineiro e bolinho minas-lusitana direto huHAuhah

    BH eh o paraiso, manaus tem nda disso ><

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: